CAMINHADA 8 DE MARÇO

No Cabo, Caminhada das Mulheres reivindica Direitos e o fim da violência

07/03/2018

A iniciativa conta com apoio dos diversos movimentos sociais do município e terá diversas atrações culturais

“Nossa luta por direitos não para: por mim, por nós, pelas outras”, é o lema da caminhada das mulheres do Cabo de Santo Agostinho, que acontecerá nesta quinta-feira (8), com a concentração marcada para as 14h, na Praça do Jacaré, no Centro da Cidade. O ato vai percorrer as principais ruas do município, em direção à Praça da Estação. No Brasil as manifestações acontecerão em todas as capitais brasileiras e em inúmeros municípios do interior dos Estados.

As cabenses vão caminhar pelas principais ruas do município reivindicando as perdas dos direitos e os retrocessos no campo da política vivenciado nesses últimos dois anos pelo Governo Federal. No Cabo de Santo Agostinho, 73 mulheres sofreram estupro e 12 mulheres foram assassinadas de janeiro a dezembro de 2017. “Estamos nas ruas para dizer que não aceitamos o assédio, a banalização da violência e a perda de direitos atuais. Além disso, temos uma política de segurança deficitária, pois torna a mulher refém de toda uma sociedade machista, patriarcal e misógina, por isso, estamos nas ruas para dizer que nossa luta não para”, afirmou Nivete Azevedo, que é a coordenadora geral do Centro das Mulheres do Cabo (CMC) e é uma das mobilizadoras da ação.

A caminhada é uma realização do Centro das Mulheres do Cabo, Prefeitura do Cabo (Secretaria da Mulher, Programas Sociais) e conta com o apoio de movimentos sociais entre eles: Grupo de Capoeira a Volta que o Mundo Dá, Associação de Moradores da Vila Doutor Manoel Clementino, Sindicatos dos Profissionais de Educação do Cabo (SINPC), Associação dos Moradores da Vila Social, Povos de Terreiro do Cabo de Santo Agostinho, Igreja Batista da Cohab, Igreja Anglicana de Gaibu, Escola de Samba As Donzelas, Grupo de Mulheres de Negócios, Sindicato das Empresas do Comércio de Bens e Serviços (Sindilojas), Câmara de Dirigentes Logísticos (CDL), Associação Comercial Empresarial (ACEC), Movimento dos Trabalhadores Sem Teto do Cabo (MTST),União Nacional de Por Moradia Popular (UNMP), Mulheres Cristãs da Igreja Batista da Cohab, Grupo das Idosas, Agência Reserva da Cidadania de Itapuama, Fórum Suape, Associação de Moradores de Gaibu, Associação de Moradores de Pirapama e o Cantinho da Criatividade.

O evento contará com transporte gratuito para diversas comunidades.

Confira os locais e horários:

Em Ponte dos Carvalhos – ASSIMPRA, às 13:00

Pontezinha – Clube do Sport 13:10

Gaibu – Em enfrente ao Arco Mix 14:00

Suape – Em frente à Escola de Suape, segue pela estrada antiga e passa nas comunidades da Vila Tatuoca – Cepovo e Águas Compridas 13:00

Pirapama – Em frente à Fábrica 14:00

Charneca – Parada de ônibus em frente à Escola Modelo 14:10

Garapu – Escola Modelo Nova – 13:40

Da Assessoria de Comunicação do CMC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *